segunda-feira, 17 de maio de 2010

Esboço e Texto Explicativo - Intervenção na Cidade


Eu e meus colegas de grupo (Michelle, Débora e Marcelo) trabalhamos com a idéia de abrigo como "refúgio". Já que a proposta do trabalho é elaborar uma intervenção em algum lugar da cidade e que passe a idéia de abrigo, primeiramente discutimos o que mais incomodava cada um em BH. O barulho e a agitação desordenada da cidade foi o principal ponto.

A partir daí procuramos desenvolver nossa idéia em cima de um lugar que pudesse fazer com que as pessoas escapassem dessa bagunça.

Fizemos um desenho inicial da nossa instalação. Em planta, o triângulo preto representa um assento para que a pessoa conseguisse relaxar e assistir à projeções que seriam passadas por um projetor (x amarelo) e seriam projetadas em um telão (faixa preta).

Porém, em conjunto com essas imagens, o usuário poderia ouvir diferentes sons por meio de um fone de ouvido, ou auto-falantes, e teria a liberdade de associar diferentes imagens àqueles sons que lhe parecessem mais confortáveis ou mais adequados

As faixas amarelas e marrons e os círculos roxos representam sensores que fariam a interatividade do trabalho: a pessoa caminharaia pelos círculos ou então através de um tipo de corrimão (representado pelas faixas). Com o toque, acionaria as diversas funções.

Os círculos marrons são dois globos de luz que ficam posicionados ao lado do banco e também são interativos.

O objetivo da instalação é permitir que as pessoas, ao associar a imagem ao som que lhe parece mais adequado e confortável, alcance esse "refúgio", um abrigo da correria que é imposta pela cidade. Ou seja, dá a oportunidade de definir o que é conveniente para cada um.

Vale a pena lembrar que esta é apenas a idéia inicial de nosso trabalho e que ainda existem pontos a serem discutidos e desenvolvidos pelo grupo.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Terceiro Trabalho de Informatica

video
Modelo no SketchUp feito com a mistura entre meu trabalho e da minha dupla, Michelle, do panorama e mapa.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Não conheço minha dupla (Marcelo) muito bem, porém, como é uma pessoa jovem, representei por meio da escadaria, o grande caminho de vida pela frente.
Como acredito que ele goste bastante de viajar, acrescentei placas indicando vários destinos, além do planeta sendo segurado nas mãos como se refletisse uma pessoa que gostaria de conhecer muitos lugares diferentes.
Num plano intermediário coloquei uma imagem do Bob Marley, pois ele parece gostar de reggae (não tenho certeza) e ser uma pessoa tranquila.
Finalmente, ao fundo e no fim da escadaria, um monumento arquitetônico representando seu futuro trabalho como arquiteto.